O idioma Sueco

Origens do idioma Sueco

O idioma sueco faz parte das línguas nórdicas cujas raízes podem ser contadas às línguas indo-europeias. Outros grupos das línguas indo-europeias incluem as línguas germânicas (por exemplo, Inglês e Alemão), línguas eslavas (por exemplo, russo e polaco) e do Báltico (por exemplo, da Letônia e Lituânia).

Na Suécia, o alfabeto utilizado é o latino, assim você terá poucos problemas para aprender sueco. Apenas a ordem é um pouco diferente do português, por isso você tem que prestar um pouco de atenção.

Mais de 9 milhões de pessoas respondem com “Ja! (Sim!)” a pergunta: “Talar du svenska?” (Você fala sueco?).

O idioma sueco (svenska språket) é falado hoje por cerca de 8,2 milhões de pessoas na Suécia como língua materna. Na Finlândia, é falado por cerca de 300.000 pessoas como língua materna. Por razões históricas, o sueco é lá também a segunda língua oficial. Outros países onde os imigrantes falam sueco são também Canadá e Austrália.

O Sueco contemporâneo

Sueco contemporâneo (nusvenska), surge por volta de 1850-1900, estando associado aos textos do escritor August Strindberg. Está caracterizado por uma crescente dominância da língua nacional estandardizada (rikssvenska) sobre os dialetos locais, e por uma igualmente crescente influência da forma escrita sobre a língua falada. Pela reforma ortográfica de 1906, o idioma adquiriu a estabilidade atual.

Os índices de alfabetização são bastante elevados; as vendas de jornais e revistas são altíssimas e as excelentes bibliotecas públicas recebem generosos subsídios, enquanto o público tem acesso a qualquer livro a preços insignificantes.

Os grandes movimentos populacionais do último século, sobretudo do campo para as cidades, assim como a expansão geral das comunicações, têm provocado um duplo efeito na língua: em primeiro lugar, uma influência cada vez maior da língua escrita sobre a falada, sobretudo na pronúncia e no estilo; em segundo lugar, o desenvolvimento de uma língua falada padrão, ao mesmo tempo que decai a importância dos dialetos. Nos últimos 150 anos, a influência do inglês tem tido cada vez mais importância.

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.